Notícias

Loading...

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

QUESTÕES DE VESTIBULARES SOBRE IMPACTOS AMBIENTAIS

01. (ENEM) Na indústria, a emissão do CO2 é consequência principalmente da queima de combustíveis fósseis; quando se trata do uso da terra, resulta da agricultura, dos desmatamentos e das queimadas.

O gráfico representa as emissões de carbono geradas pela indústria e pelo uso da terra, em milhões de toneladas, acumuladas no período de 1950 a 2000, nas diferentes regiões do mundo.

Com base na situação registrada no gráfico, leia as seguintes propostas para reduzir a emissão de CO2:

I. Embora as emissões de CO2 sejam menores na África, na América do Sul e na América Central e Caribe, é necessário abandonar, nessas regiões, a prática das queimadas e desmatamentos, além de recuperar a cobertura vegetal das áreas já devastadas.

II. O grande contingente populacional da Ásia e o fato de que a região é a maior emissora de CO2 exigem a adoção de medidas combinadas: o corte das emissões de CO2, o aumento da eficiência energética das indústrias e o emprego de energia renovável.

III. Na Ásia, o corte de emissão de CO2 exigirá a adoção de medidas de proteção ao solo e à vegetação, como as que deverão ser adotadas pela África, América do Sul e América Central e Caribe.

IV. Reduzir emissões das regiões que mais emitem CO2, ou seja, as de países industrializados, exige a adoção das mesmas medidas comuns a ser praticadas pela África, América do Sul e América Central e Caribe.

Quando o desafio é reduzir a emissão de CO2, estão corretas as propostas

a) I, II, III e IV.

b) I, II e III, apenas.

c) II, III e IV, apenas.

d) I, III e IV, apenas.

e) I e IV, apenas.


02. (ENEM) O texto abaixo se refere ao problema da energia proveniente de combustíveis fósseis.

Mas atualmente a maior parte da energia utilizada pela humanidade provém de combustíveis fósseis — petróleo, carvão mineral, xisto etc. A vida moderna tem sido movida à custa de recursos esgotáveis que levaram milhões de anos para se formar. O uso desses combustíveis em larga escala tem mudado substancialmente a composição da atmosfera e o balanço térmico do Planeta, provocando o aquecimento global, degelo nos polos, chuvas ácidas e envenenamento da atmosfera de todo o meio ambiente. As previsões dos efeitos decorrentes para um futuro próximo são catastróficas. Alternativas como a energia nuclear, que eram apontadas como solução definitiva, já mostraram que só podem piorar a situação. Com certeza, ou buscamos soluções limpas e ambientalmente corretas ou seremos obrigados a mudar nossos hábitos e costumes de maneira traumática.

Fonte: Energias Renováveis. Disponível em: www.minerva.uevora.pt/odimeteosol/energias.htm. Acesso em 10 de março de 2009

Segundo o texto e seus conhecimentos sobre o assunto, as pessoas que defendem a opção de substituir a energia proveniente de combustíveis fósseis por aquelas renováveis argumentam que as energias renováveis

I. são praticamente inesgotáveis.

II. provocam impacto ambiental muito baixo.

III. são apropriadas para geração autônoma, beneficiando, por exemplo, as comunidades rurais e a produção agrícola.

IV. comprometem o balanço térmico e a composição atmosférica do planeta.

Estão corretos os que se apoiam nos argumentos contidos apenas em

a) I e II.

b) II e IV.

c) I, II e III.

d) I, III e IV.

e) II, III e IV.


3. (ENEM) Em novembro de 2009, diversos países enviarão representantes para participar da Conferência de Mudanças Climáticas da ONU, com o intuito de obter um novo acordo sobre redução de gases do efeito estufa, após o vencimento do Protocolo de Kyoto, em 2012.

Leia um trecho do documento convocatório.

A queima de combustíveis fósseis praticamente quintuplicou desde 1950 e o quinto mais rico da população mundial consome cerca de 53% do total. As emissões de dióxido de carbono per capita correspondem a 21 toneladas por ano nos Estados Unidos, em comparação às três toneladas na China. O quinto mais pobre da população mundial, responsável só por 3% das emissões de dióxido de carbono, vive em regiões baixas, mais vulneráveis ao nível cada vez mais alto do mar, fenômeno que está associado ao aquecimento global da atmosfera. Com o aumento de um metro de nível do mar, Bangladesh perderia 17% da sua superfície, o Egito perderia 12% e, consequentemente, 7 milhões de egípcios perderiam seus lares. Grande parte da superfície terrestre de pequenos países insulares, como as Maldivas e o Tuvalu, desapareceria sob as ondas.

Fonte: Conferência Mundial de Mudança Climática – Copenhague 2009, p. 39

Com base no texto, o aumento do volume de águas nos oceanos provocará

a) redução territorial em países situados em regiões baixas, resultando em problemas de ordem social e econômica.

b) redução da área de alguns países situados em regiões baixas, porém sem alterações em seu sistema produtivo.

c) redução territorial em Bangladesh, Egito e alguns pequenos países insulares, sem interferência em seus sistemas produtivos.

d) aumento do nível dos oceanos de forma generalizada, afetando de forma mais significativa os países ricos.

e) aumento da emissão de CO2, em virtude da diminuição territorial em países mais pobres.


4. (FGV) "Diversos gases expelidos pelas indústrias, principalmente os óxidos de enxofre e nitrogênio, podem reagir com a luz solar e a umidade presentes na atmosfera. Quando isso ocorre, transformam-se em soluções diluídas dos ácidos nítrico e sulfúrico. Em ambientes saturados por esses elementos, as precipitações atmosféricas (chuva e neve) apresentam alto poder corrosivo e contaminam os solos, lagos e oceanos. Por isso são chamados chuvas ácidas".

Sua distribuição geográfica está associada à presença de altos níveis de produção industrial. No mundo, as mais altas taxas de chuva ácida concentram-se

a) nos países subdesenvolvidos com industrialização recente: China, Indonésia e Birmânia e na região do mar Mediterrâneo, mar fechado, circundado por regiões altamente industrializadas.

b) no Golfo do México e no eixo industrial da região sudeste brasileira até Buenos Aires, na Argentina.

c) no arquipélago japonês e em países de industrialização recente: Taiwan, Cingapura, Coreia do Sul e Filipinas.

d) nas regiões petrolíferas da Venezuela, do Golfo do México e do Oriente Médio.

e) na região dos Grandes Lagos, no Nordeste dos Estados Unidos e na Europa Centro-Ocidental.


05. (ENEM) De acordo com o Relatório do Desenvolvimento Humano 2007/2008, nas próximas décadas, as alterações climáticas globais influenciarão a produção agrícola de muitos países. Observe no gráfico as projeções para o ano de 2080.


Com base nessas informações, avalie as afirmativas a seguir:

I. A produção agrícola mundial será muito afetada.

II. O potencial agrícola poderá aumentar 8% nos países desenvolvidos.

III. O potencial agrícola dos países em desenvolvimento será mais afetado do que o dos países ricos.

IV. Entre todas as regiões consideradas, a África será a mais afetada.

É correto o que se afirma em:

a) II, III e IV, somente.

b) I, II e III somente.

c) I, II, III e IV.

d) III e IV, somente.

e) II e IV, somente.


06. (ENEM) Leia os textos para responder à questão.

Em 1971, o governo de Goiás publicou a seguinte propaganda em uma revista de circulação nacional:

Terra virgem. Terra que precisa ser possuída. Agora. Urgente. Terra que dá arroz, algodão, soja, feijão, milho e tudo mais. Terra que é veio sem fim de amianto, níquel,

ouro, diamante, cristal de rocha, manganês, mica – minérios que todo mundo está de olho nele. Terra que engorda gado bom o ano inteiro. Terra para você trabalhar toda a vida e ganhar sempre. Trabalhar, ganhar e viver no conforto. Quem busca lucro e paz o negócio é Goiás. Matéria-prima farta, mão de obra barata. Energia elétrica à vontade. Estradas asfaltadas. Crédito fácil e a longo prazo.

Fonte: propaganda do governo de Goiás em 1971. Revista Realidade/Amazônia, outubro de 1971, Ed. Abril, p. 232

No dia 1º de março de 2009 foi divulgada a seguinte notícia:

O desmatamento no cerrado do país terá aumentado 14% até 2050, o que deve reduzir a área preservada para cerca de 1 milhão de km². As áreas já devastadas deverão subir

dos 800 mil km2 de 2002 para 960 mil km2 daqui a quatro décadas. Isso trará consequências socioeconômicas e ambientais, como maior comprometimento das bacias hidrográficas de todo o bioma, com prejuízos diretos para os recursos hídricos, solo e biodiversidade da região.

Fonte: O Estado de S. Paulo, 1/3/2009, p. A 21 (com adaptações)

As informações apresentadas nos textos são suficientes para concluir que

a) os projetos de interiorização do desenvolvimento devem ser acompanhados de políticas públicas que garantam a preservação da biodiversidade.

b) o incentivo à ocupação de Goiás não foi responsável pelo desmatamento do cerrado, pois o estado não se localiza na Região Centro-Oeste.

c) o incentivo à ocupação de Goiás não foi responsável pelo desmatamento do cerrado porque a região já se encontrava densamente urbanizada na década de 1970.

d) desde a década de 1970, o estado de Goiás já apresentava grande ocupação agrícola e pastoril e, portanto, não contribuiu para o desmatamento da região.

e) o comprometimento ambiental do cerrado foi afetado principalmente pela intensa extração mineral, ocorrida na região a partir da década de 1970.

07. (GAVE) – Leia atentamente o seguinte texto.

“A atividade humana tem efeitos potencialmente desastrosos nas camadas superiores da atmosfera. Certos produtos químicos liberados no ar, em particular os compostos genericamente denominados CFC’s, vastamente usados em refrigeração e na indústria eletrônica, estão destruindo o ozônio na estratosfera. Sem esta camada de ozônio estratosférica, a radiação ultravioleta solar atingiria a superfície da Terra com uma intensidade muito elevada, destruindo a maioria das moléculas que constituem o tecido vivo.

Em 1985, cientistas descobriram um “buraco” na camada de ozônio, sobre a Antártida, que, de um modo geral, vem aumentando de ano para ano. Acordos internacionais vêm reduzindo a utilização dos CFC’s, sendo estes substituídos por compostos que não destroem o ozônio, permitindo que a luz solar produza naturalmente mais ozônio estratosférico.

No entanto, serão necessárias várias décadas para reparar os danos causados na camada de ozônio. Essa situação é um exemplo de que comportamentos que

foram adaptados no passado, e que ajudaram a assegurar a sobrevivência dos nossos antepassados, podem não ser os comportamentos mais sensatos no futuro.”

(Adaptado de FREEDMAN, R. A., KAUFMANN III, W. J., Universe, 6th

edition, W. H. Freeman and Company, New York, 2002)

Com base no texto apresentado, analise as proposições a seguir:

I. A vasta utilização do CFC na indústria é um comportamento adotado no passado e que deve ser evitado no futuro.

II. A liberação de CFC para a atmosfera contribui para a destruição da camada de ozônio, com consequências graves aos tecidos vivos.

III. A medida a ser tomada para minorar os problemas causados pela destruição da camada de ozônio é o contínuo abandono da utilização dos CFC’s e/ou sua substituição por outros compostos que não afetem a camada de ozônio.

IV. A principal função da camada de ozônio é impedir totalmente a passagem das radiações ultravioleta.

Está correto o que se afirma em:

a) II, III e IV, apenas. b) II e IV, apenas.

c) I, II e III, apenas. d) I, apenas.

e) II, apenas.

08. (ENEM) Leia atentamente o texto seguinte.

O EFEITO ESTUFA

O efeito estufa consiste na retenção de calor jun to à superfície da Terra, em virtude da opacidade dos gases de estufa que se concentram na baixa atmosfera e regulam o seu equilíbrio térmico. Este efeito possibilita a manutenção de uma temperatura média global perto da superfície do planeta da ordem de 15°C, que seria de – 18°C na sua ausência, inviabilizando a vida como a conhecemos atualmente. Assim, aqui lo que a mídia vulgarmente se refere como efeito estufa associado à atividade humana é, na verdade, a potenciação de um fenômeno da história geológica do planeta e crucial para

a biosfera.

Os principais gases de estufa (referidos no Protocolo de Quioto) representam menos de 1% da composição da atmosfera: vapor de água, dióxido de carbono, óxido nitroso, metano, clorofluorocarbonetos, hidrofluorocarbonetos, perfluorocarbonetos e, ainda, hexafluoreto de enxofre, sendo estes quatro últimos de origem sintética. No milênio anterior à Era Industrial, a concentração atmosférica dos gases de estufa naturais permaneceu relativamente constante. Porém, a sociedade industrializada depende da utilização do carvão e dos hidrocarbonetos naturais (gás natural, petróleo) como fontes primárias de energia, e o aumento exponencial das necessidades energéticas, aliado à desflorestação, trouxe como consequência o aumento da concentração de CO2 na atmosfera.

O aumento da concentração, na atmosfera, dos gases com efeito de estufa deve provocar um aumento da temperatura média e, consequentemente, perturbar o clima global. Até há 10 anos, a comunidade científica debatia se era possível estabelecer relações seguras de causa-efeito entre a tendência de aquecimento observada e o aumento da concentração de gases de estufa. Hoje, existe consenso sobre esta matéria e a quase totalidade dos cientistas aponta a atividade humana como responsável primordial. Durante o século XX, a temperatura média superficial aumentou de (0,6 ± 0,2)°C, provavelmente a maior variação positiva ocorrida nos últimos 1000 anos. A verificar-se um dos cenários de aquecimento mais dramáticos, podemos afirmar que

nunca o nosso planeta experimentou uma elevação térmica tão intensa num intervalo de tempo tão curto, pelo que não existe registro geológico das respostas ambientais a este tipo de solicitação – estamos, portanto, a realizar uma experiência de dimensão planetária.

“E se a estufa em que vivemos for inundada? A subida do nível médio do mar: algumas causas e consequências”, César Andrade e Conceição Freitas, Cadernos Didáticos de Ciência, vol. 2, Ministério da Educação de Portugal, 2001 (adaptado)

Baseado no texto e nos seus conhecimentos sobre o efeito estufa, responda à questão.

A respeito do efeito estufa, assinale a proposição cor reta.

a) Provoca um decréscimo de 18°C na temperatura média da superfície terrestre.

b) Compromete a existência da vida na Terra.

c) Tem como consequência o fato de a temperatura, em toda a superfície terrestre, ser de 15°C.

d) É consequência da presença de certos gases na atmosfera que bloqueiam a passagem das radiações infravermelhas.

e) Não tem nenhuma influência no clima ao longo da superfície terrestre.


09. (ENEM) Discutindo sobre a intensificação do efeito estufa, Francisco Mendonça afirmava:

A conservação do calor na Troposfera ocorre a partir da perda de energia da superfície terrestre. Esta, ao se resfriar, emite para a atmosfera radiações de ondas longas equivalentes à faixa do infravermelho, caracterizadas como calor sensível, que são retidas pelos gases de efeito estufa. O dióxido de carbono (CO2) é o principal gás responsável em reter o calor na baixa atmosfera, mas o vapor d’água, o metano, a amônia, o óxido nitroso, o ozônio, e o clorofluorcarbono (conhecido como CFC, que

destrói a camada de ozônio na Tropopausa/Estratosfera) também são gases causadores do efeito estufa. Além desses gases, a nebulosidade e o material particulado em suspensão no ar são importantes contribuintes no processo de aquecimento da Troposfera, uma vez que também atuam como barreira à livre passagem das radiações infravermelhas emitidas pela superfície.

(Climatologia, Ed. Oficina de Textos.)

A partir da leitura do texto, conclui-se que

a) as ondas que causam o efeito estufa se constituem principalmente de curta frequência, como os raios X.

b) apenas o gás carbônico é capaz de reter calor suficiente para gerar o efeito estufa.

c) o efeito estufa envolve apenas as camadas externas que compõem a atmosfera.

d) gases lançados na atmosfera por atividades humanas, como indústrias, podem interferir no recrudescimento do efeito estufa.

e) o vapor de água permite a livre passagem dos raios infravermelhos, o que causa sua livre reflexão para o espaço exterior.

10. (FUVEST) Sempre deixamos marcas no meio ambiente. Para medir essas marcas, William Rees propôs um(a) indicador/estimativa chamado(a) de “Pegada Ecológica”.

Segundo a Organização WWF, esse índice calcula a superfície exigida para sustentar um gênero de vida específico. Mostra até que ponto a nossa forma de viver está de acordo com a capacidade do planeta de oferecer e renovar seus recursos naturais e também de absorver os resíduos que geramos. Assim, por exemplo, países de alto consumo e grande produção de lixo, bem como países mais industrializados e com alta emissão de CO2, apresentam maior Pegada Ecológica.

www.wwf.org.br. Acessado em 17/08/09. Adaptado.

Assinale a anamorfose que melhor representa a atual Pegada Ecológica dos diferentes países.




11. (FUVEST)


Em algumas cidades, pode-se observar no horizonte, em certos dias, a olho nu, uma camada de cor marrom. Essa condição afeta a saúde, principalmente, de crianças e de

idosos, provocando, entre outras, doenças respiratórias e cardiovasculares.

http://tempoagora.uol.com.br/noticias. Acessado em 20/06/2009. Adaptado.

As figuras e o texto acima referem-se a um processo de formação de um fenômeno climático que ocorre, por exemplo, na cidade de São Paulo. Trata-se de

a) ilha de calor, caracterizada pelo aumento de temperaturas na periferia da cidade.

b) zona de convergência intertropical, que provoca o aumento da pressão atmosférica na área urbana.

c) chuva convectiva, caracterizada pela formação de nuvens de poluentes que provocam danos ambientais.

d) inversão térmica, que provoca concentração de poluentes na baixa camada da atmosfera.

e) ventos alíseos de sudeste, que provocam o súbito aumento da umidade relativa do ar.



12. (UFPR) A erosão das partículas superficiais do solo pela água ou pelo vento é um fenômeno natural, embora seja influenciado pelas atividades humanas. Sobre o tema, considere as seguintes afirmativas:

1. Algumas atividades tradicionais no manejo da terra colocam em risco as áreas agricultáveis nos aspectos relativos à perda de nutrientes e de matéria orgânica dos solos.
2. A erosão dos solos altera a sua textura, estrutura e queda nas taxas de infiltração e retenção de água.
3. O processo erosivo diminui a produtividade da terra, o que leva a uma ampliação do uso de fertilizantes químicos.
4. A erosão natural, acelerada por processos de natureza humana, pode transformar completamente as paisagens.
Assinale a alternativa correta:


a) Somente a afirmativa 1 é verdadeira.
b) Somente a afirmativa 2 é verdadeira.
c) Somente as afirmativas 2 e 3 são verdadeiras.
d) Somente as afirmativas 2 e 4 são verdadeiras.
e) As afirmativas 1, 2, 3 e 4 são verdadeiras.


13. (PUC-RIO) Analise o desenho.

Sobre os fatores que explicam a perda anual do solo, podemos afirmar que:

I - os desmatamentos nas regiões tropicais destroem o sistema de armazenamento e reciclagem dos nutrientes e expõem o solo desprotegido à ação das chuvas.
II - a ocupação das formações campestres das regiões temperadas pela agricultura empresarial tem provocado graves impactos ambientais.
III - a retirada da cobertura vegetal para uso agrícola, nas regiões semi-áridas, acelera a velocidade do escoamento superficial, o que aumenta a erosão dos solos.

Assinale:

a) se somente a afirmativa I estiver correta.
b) se somente a afirmativa III estiver correta.
c) se somente as afirmativas I e II estiverem corretas.
d) se somente as afirmativas II e III estiverem corretas.
e) se as afirmativas I, II e III estiverem corretas.

14. (UEL) Nos últimos anos, casos de poluição do solo em zonas urbanas e rurais têm sido cada vez mais frequentes e, geralmente, estão associados à intensificação do uso da terra, descargas acidentais ou voluntárias de poluentes, deposição de resíduos tóxicos, lixões a céu aberto, entre outros. Sobre a poluição do solo, é correto afirmar:

a) Em países desenvolvidos do Hemisfério Norte, a contaminação química dos solos é eliminada pela precipitação abundante de neve que os recobre e os protege.

b) A poluição causada pela deposição de lixo no solo circunscreve-se à sua quantidade, isso porque lixo orgânico ou lixo inorgânico, em igual volume, causam idêntico impacto ambiental.

c) Os resíduos sólidos provenientes de aglomerados urbanos e de atividades industriais e agrícolas têm uma participação mínima na poluição do solo.

d) Por ser o solo um elemento que se caracteriza pela impermeabilidade, sua poluição restringe-se às áreas de depósito de detritos, portanto suas adjacências estão livres de contaminação.

e) e) O controle da poluição do solo requer medidas de curto, médio e longo prazo como, por exemplo, a remoção da fonte poluidora, o isolamento da área afetada e a educação ambiental.

15. (UCS) A agricultura, assim como a pecuária, é uma atividade muito antiga. Quando os homens aprenderam a cultivar plantas alimentícias e a criar animais, surgiram os primeiros impactos ambientais, que foram se agravando com o crescimento populacional e os avanços tecnológicos.

Analise, quanto à sua veracidade (V) ou falsidade (F), as proposições abaixo, sobre os impactos ambientais provocados pela agricultura.

( ) Nas regiões tropicais, o sistema de agricultura itinerante é praticado por populações pobres, com técnicas rudimentares, e é dividido em fases: a derrubada da mata ou queimada, o plantio, a colheita e o abandono do local.

( ) O uso excessivo de pesticidas leva ao aparecimento de pragas mais resistentes. Em alguns lugares, ocorre a substituição dos fertilizantes químicos por adubos orgânicos e pelo controle biológico, que consiste na introdução de predadores naturais, em lugar de pesticidas e herbicidas.

( ) Em regiões de planície, a técnica de terraceamento é muito utilizada para evitar o desgaste do solo e o escoamento da água da chuva. Esse sistema é comum nos países desenvolvidos.

Assinale a alternativa que preenche corretamente os parênteses, de cima para baixo

a) V – F – F

b) V – V – F

c) V – V – V

d) F – F – V

e) F – F – F

16. (ENEM) Segundo uma organização mundial de estudos ambientais, em 2025, “duas de cada três pessoas viverão situações de carência de água, caso não haja mudanças no padrão atual de consumo do produto.” Uma alternativa adequada e viável para prevenir a escassez, considerando-se a disponibilidade global, seria:

a) desenvolver processos de reutilização da água.

b) explorar leitos de águas subterrâneas.

c) ampliar a oferta de água, captando-a em outros rios.

d) captar águas pluviais.

e) importar água doce de outros estados.


17. (UEL) Sobre os recursos hídricos, analise as afirmativas a seguir.

I. Práticas de uso ineficientes no campo doméstico, industrial e agrícola e abastecimento de água potável são fenômenos correlacionados; daí a diminuição da quantidade disponível desse recurso nos últimos anos.

II. Os habitantes das cidades dos países subdesenvolvidos conseguem manter um equilíbrio entre disponibilidade e consumo de água, pelo fato de as suas atividades econômicas demandarem baixa utilização de recursos hídricos.

III. Em função de os recursos hídricos economicamente aproveitáveis estarem espacialmente bem distribuídos, pode-se afirmar que, no planeta, o problema de abastecimento e acesso à água potável circunscreve-se a regiões desérticas ou semi-áridas.

IV. O racionamento e acesso insuficiente à água potável são expressões da displicência da sociedade em relação ao uso dos recursos hídricos e desdobram-se de maneira diferenciada, ao afetar, sobretudo, as classes sociais menos favorecidas.

Estão corretas apenas as afirmativas:

a) I e III.

b) I e IV.

c) II e III.

d) I, II e IV.

e) II, III e IV.

18. (UNIMONTES) O solo, quando modificado para cultivo ou desprovido de sua vegetação originária, fica propício à erosão, capaz de remover mil vezes mais material do que se este mesmo solo estivesse coberto. Por ano, o Brasil perde, aproximadamente, 500 milhões de toneladas de solos através da erosão.

Sobre o processo de erosão, assinale a alternativa INCORRETA.

a) A erosão geológica ocorre naturalmente na crosta e tem por finalidade nivelar a superfície terrestre.

b) O arraste de partículas constituintes do solo se dá pela ação de fatores naturais como água, vento e ondas.

c) A erosão eólica é a mais bem notada no Brasil em regiões montanhosas, principalmente as existentes no planalto central.

d) A erosão hídrica desagrega e transporta o material erodido com grande facilidade, principalmente em regiões de clima úmido.

19. (UFV) Segundo uma reportagem do jornal O Globo (nov. 2009), entre os meses de agosto de 2008 a julho de 2009 foram desmatados, na Amazônia, 7.008 km² de floresta, de acordo com dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais. Apesar de esse número significar uma redução de 45% em relação ao ano anterior, o desmatamento ainda origina diversos prejuízos socioambientais à Floresta Amazônica, causando

a) diminuição da fertilidade dos solos, comprometendo a potencialidade agrícola.

b) aumento da poluição do ar, provocando chuvas ácidas que impedem o desenvolvimento da agricultura.

c) diminuição da fauna, prejudicando as atividades turísticas.

d) aumento da erosão eólica, comprometendo o calendário agrícola tradicional das populações.

e) diminuição dos níveis fluviais, alterando os usos e as apropriações econômicas dos rios.


20. (UnB) A Amazônia possui a maior floresta tropical úmida do globo, aliada a uma extensa rede hidrográfica que afeta diretamente o clima e as condições litopedológicas regionais, o que garante características ambientais bastante peculiares. Sobre as características físicas da Região Amazônica, é CORRETO afirmar que:

a) a bacia hidrográfica amazônica apresenta grande potencial energético ao longo do curso inferior dos rios tributários do Amazonas.

b) a formação de um centro de alta pressão equatorial é responsável, em parte, pelos elevados índices pluviométricos regionais.

c) a possibilidade de savanizar a Amazônia deve-se à exposição de solos lixiviados que dificultariam a recuperação de uma vegetação arbórea.

d) os solos lateríticos se estendem por larga faixa da Amazônia favorecendo a recuperação da floresta nas regiões onde o desmatamento foi mais acentuado.

e) a extensa planície esculpida sobre larga faixa de sedimentação antiga abriga grandes reservas de combustíveis fósseis utilizados para a geração de energia.


9 comentários:

  1. gostaria de obter o gabarito dessa atividade

    ResponderExcluir
  2. legal é terminar e nao ter o gabarito ......

    ResponderExcluir
  3. Pooooxa, sem gabarito fica muito ruim !

    ResponderExcluir
  4. Tira isto dai, sem resposta não ajuda em nada, só ocupa espaço.

    ResponderExcluir
  5. o cara faz um blog e nem se preocupa em colocar o gabarito onde foi tanto pedido....
    lamentavel.

    ResponderExcluir